IMG_0570

Aqui em casa tem um bichinho, tem um bichinho aqui em casa. Um bichinho que late, e muito, por sinal. A Flicka chegou no final de 2010, e embora não a tenhamos adotado, eu sou sou a pessoa mais a favor do mundo da adoção. Por não ser Yorkshire pura, Flicka veio morar conosco quase de graça, quase que adotada. Moramos em apartamento e, quando se vive assim, não é fácil ter animais de estimação, em especial cachorros, pois latem, fazem barulho e nem todo mundo gosta disso.

Como eu e minha mãe ficamos fora de casa grande parte do dia, tivemos muitos problemas, desde sempre, em deixar a fofura sozinha. Várias vezes tivemos reclamações dos vizinhos, e ameaça de multa do condomínio por causa dos latidos dela. Várias vezes pensamos em doá-la, mas a guarda responsável é isso: é assumir uma responsabilidade e cumpri-la até o fim, afinal, eles são seres indefesos que não conseguem simplesmente falar o que está errado.

10547447_563605463751859_3182839941352387351_n

Depois de muitas tentativas a situação estabilizou, mas mesmo assim ainda precisamos alugar minha irmã pra ficar de babá algumas vezes, pra evitar mais problemas pelo barulho. É difícil, mas o amor pelo bichinho que late é muito maior. Agora que estou viajando, estou morrendo de saudades dela, é meu amor canino da vida, já não sei viver sem